Higiene Oral dos Mais Pequenos

Higiene Oral dos Mais Pequenos

Higiene Oral dos Mais Pequenos

O famoso ditado “mais vale prevenir do que remediar” está cada vez mais presente nos dias de hoje e a higiene oral dos pequeninos é um tema que não deve ficar esquecido.

Neste artigo a Médica Dentista Marta Simões Vieira partilha algumas boas práticas e dicas para que a higiene oral seja introduzida nas rotinas dos mais pequenos desde cedo.

-

Quando o bebé ainda não tem dentes não é necessária uma limpeza exaustiva da cavidade oral. Basta passar uma compressa embebida em água para limpar o leite que fica “colado” nas gengivas.

À medida que nos vamos aproximando da erupção dos dentes podemos começar a usar uma dedeira em silicone para massajar a gengiva. O seu bebé vai agradecer bastante!

A partir do momento em que o dente erupciona devemos começar a usar escova e pasta, 2x/ dia (de manhã e antes de ir dormir). Não é necessário água nem antes, nem depois. Assim, conseguimos garantir que o flúor continua a fazer a sua missão e que não é removido com a água no final.


A pasta de dentes que devemos usar nos nossos bebés deve ter uma concentração de 1000ppm de flúor, adaptando a quantidade em função da idade:

  • até aos 3 anos - 1/2 bago arroz cru
  • entre os 3 e os 6 anos - 1 bago arroz cru
  • com mais de 6 anos - tamanho da unha do dedo mindinho

A escova deverá ter uma cabeça pequena, cerdas macias e um pescoço fino.

-

Em suma: para cuidar o melhor possível da higiene oral do seu filho avalie a fase de desenvolvimento em que se encontra e adopte os cuidados adequados:

Bebé sem dentes

Compressa embebida em água quando há regurgitamento de leite ou que fica "preso" nas gengivas. 

Quando começamos a reparar que os dentes irão começar a erupcionar

Usar dedeira de silicone sem pasta.

Assim que nasce o 1º dente e até a dentição de leite estar completa

(20 dentes no total)
Usar escova com cerdas macias, cabeça pequena, pescoço fino e cabo redondo.

Desde o momento que a dentição de leite está completa e até ao surgimento de dentes definitivos

(+/- 6anos) 
A escova de dentes deverá ter uma cabeça pequena, mas com mais tufos que a escova anterior, cerdas macias, pescoço fino e longo para chegar a todos os dentes e o cabo deve ser adaptado ao tamanho da mão da criança.

A partir dos 6 anos
(dentição mista)

As cerdas devem continuar a ser suaves, a cabeça e o cabo devem, também, ser adaptadas à idade da criança para chegar a todos os dentes com novos formatos e tamanhos.

 

Nunca se esqueça que cada criança é uma criança e deve ser avaliada individualmente pelo seu médico dentista!

 

Autoria: Marta Simões Vieira - Médica Dentista

Deixe um comentário

* Necessário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados